25 anos do IPCA comemorados com homenagem ao Professor João Carvalho

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) celebrou no passado dia 19 de dezembro o seu 25º aniversário

 

 

As comemorações dos 25 anos do IPCA decorreram ao longo de uma semana repleta de atividades de índole social, cultural e desportivo, culminando com a  gala dos 25 anos realizado no dia 19 e que juntou dirigentes, docentes, funcionários e convidados desta comunidade académica.

Na sessão solene realizada no dia 19, da parte da manhã, e que contou com vários convidados e parceiros da instituição, teve lugar a homenagem ao Professor João Carvalho.

A abrir a sessão, o IPCA guiou os convidados numa viagem aos 25 anos de história da instituição que encheu a sala e aqueceu os corações de quem assistiu aos cerca de 10 minutos de um magnifico espetáculo multimédia.

Seguiram-se as intervenções do Presidente do Conselho Geral do IPCA, Pedro Fraga, que referiu que o bem mais precioso desta instituição são os estudantes e que o “rigor e otimização são uma imagem de marca desta casa”.

A investigação e a internacionalização foram apontadas como os dois principais desafios que se colocam ao futuro do IPCA. A presidente do IPCA, Maria José Fernandes, apontou ainda como desafios até 2021 a oferta de formação na área da Hotelaria e Turismo, no Polo de Guimarães, o aumento da oferta de cursos de mestrado, essencialmente no domínio da gestão, e o alargamento da oferta de cursos técnicos superiores profissionais ao concelho de Esposende. O reforço da investigação é o “objetivo prioritário para os próximos dois anos e passa pela criação de um espaço totalmente dedicado à investigação, transferência de tecnologia” e incubação de empresas de base tecnológica e academia de formação de empresas.

A criação deste novo espaço, o Barcelos Collaborative Research and Innnovation Centre, tem o total apoio do ministro Manuel Heitor que fez chegar aos presentes a sua mensagem. “Este projeto poderá transformar o IPCA numa instituição de referência na Europa em 2030”. O ministro manifestou o desejo de “tornar o IPCA num grande centro de inovação a nível europeu”, considerando que o último ano foi importante neste sentido, atendendo aos bons resultados que os seus três centros de investigação obtiveram na avaliação da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT).

Para o presidente do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP), Pedro Dominguinhos, esta última avaliação da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) às unidades de investigação do IPCA comprovam que “há capacidade de investigação instalada” que justifica a alteração da lei de bases do sistema educativo que lhes permitam a outorga dos graus de doutor”. Segundo Pedro Dominguinhos, “não são os institutos politécnicos que o exigem, mas sim as regiões”.

O presidente da Associação Académica, João Pereira, apontou como “grande conquista do IPCA os oito mil alunos já formados pela instituição, defendendo, tal como a presidente Maria José Fernandes, a mudança da designação para Universidade Politécnica do Cávado e Ave (UnIPCA).

No final destas intervenções foram entregues prémios de mérito escolar aos estudantes com melhor desempenho académico e distinguidos os docentes que, em 2019, obtiveram o grau de doutor ou o título de especialista.

 

Professor João Carvalho deixou a sua herança na casa que dirigiu

Publicação sobre Contabilidade, Finanças e Políticas Públicas assinala a sua Obra

O Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Sobrinho Teixeira, assinalou na sua intervenção que “João Carvalho pagou a sua dívida à vida” com o trabalho desenvolvido nesta Instituição.

“O IPCA começou tarde, pequeno e com poucos recursos humanos”, salientou o secretário de Estado, recordando que este projeto de ensino “tinha todos os condimentos para falhar”, mas, pela ação de João de Carvalho e outros, “contrariou o destino”.

Durante a homenagem ao ex-presidente do IPCA foi apresentado o livro ‘Em Memória de João Carvalho: Estudos sobre Contabilidade, Finanças e PolíticaS PúblicaS’, publicação que junta mais de seis dezenas de artigos e foi Apresentado pelo Juiz Conselheiro do Tribunal de Contas, José Tavares. Este livro, cujas receitas de venda revertem a favor de causas sociais dos estudantes, é entendido como uma “herança de João Carvalho” e a única forma de perpetuar a pessoa, a sua Obra e o seu trabalho.

Na cerimónia esteve ainda presente a Bastonária da Ordem dos Contabilistas Certificados, Paula Franco que sublinhou o bom rigor nas contas públicas que tão bem caracterizavam o professor. Também o Presidente da 1ª Associação de Estudantes, fez questão de se deslocar do Brasil para partilhar algumas histórias que os uniram enquanto aluno do professor.

O Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, recordou o amigo e visionário João Carvalho pelo contributo que teve no desenvolvimento da região. Aproveitou a sua intervenção para referir que a Câmara Municipal de Barcelos está a reunir todos os esforços para encontrar uma solução para a construção da residência de estudantes, num espaço contíguo ao atual campus do IPCA que deverá aglomerar também o pavilhão multiusos para a promoção das atividades desportivas e culturais bem como o já referido centro de investigação e inovação.

Nas palavras da Presidente do IPCA, Maria José Fernandes, “estamos aqui a colher o que ele semeou”, salientando a ação que João Carvalho teve no desenvolvimento do IPCA do qual foi presidente da comissão instaladora do IPCA durante cinco anos e presidente entre 2011 e 2017.

A Presidente, no seu emotivo discurso, lembrou o nível de rigor e exigência que o Professor colocava em tudo o que fazia o que levou todos os que com ele trabalharam a procurarem fazer sempre melhor e levar a Instituição ao nível de excelência que atingiu nos seus 25 anos. A Presidente do IPCA citou as palavras que João Carvalho proferiu num dos seus últimos discursos: “A viagem que o IPCA está a fazer é uma viagem longa, com objetivos traçados, num percurso com atribulações e desânimos, mas também de admirações.” E o IPCA chega hoje ao lugar que queríamos que chegasse! E queremos continuar a continuar a contar uma História bonita e repleta de sucessos. Para isso continuamos a contar com todos!

A sessão de homenagem foi encerrada pela atuação ímpar das tunas académicas do IPCA (tuna masculina, tuna feminina e tuna mista) que, num trabalho conjunto, nos presentearam com a canção “Venham mais cinco” de Zeca Afonso, uma das preferidas de João Carvalho.

As comemorações continuaram com um almoço solidário com toda a comunidade académica, tendo culminando com a gala dos 25 anos.